NÍVEL DE ESTRESSE DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM EM UM PRONTO ATENDIMENTO DE UMA CIDADE DO VALE DO PARAÍBA

  • Ivaneide da Silva Morais Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • Natália Lemes Siqueira Aguiar de Souza Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • Cláudia Lysia de Oliveira Araujo Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
Palavras-chave: Nível de estresse, Enfermagem

Resumo

Nos últimos anos, observa-se o aumento de pesquisas sobre o estresse, por seus efeitos na qualidade de vida dos indivíduos. O estresse na sociedade moderna pode ser. Nos últimos anos, observa-se o aumento de pesquisas sobre o estresse, por seus efeitos na qualidade de vida dos indivíduos. O estresse na sociedade moderna pode ser explicado pelas transformações sociais que vêm desenhando o modo de vida e definindo novos padrões de saúde-doença. Exerce forte influência sobre a estrutura de trabalho, ainda que o estresse seja denominado como o esforço conduzido pelo organismo para resolver uma situação indesejada ou adaptar-se a ela, produzindo equilíbrio. Estresse é qualquer estímulo que demande do ambiente externo ou interno e que taxe ou
exceda as fontes de adaptação de um indivíduo ou sistema social. Tem como etapas a avaliação primária, realizada quando o indivíduo se confronta com o evento e o avalia como irrelevante, e não provocador de stresse ou como um desafio (positivo) ou uma ameaça (negativa) e ambos desencadeadores das manifestações biológicas da síndrome de adaptação geral. Trata-se de uma Pesquisa quantitativa/qualitativa, do tipo descritiva e exploratória de campo, realizada em um Pronto Atendimento de uma cidade do Vale do Paraíba do Sul. Os participantes dessa pesquisa foram 9 (nove) Enfermeiros e 18 (dezoito) Técnicos de Enfermagem, totalizando 27 vinte e sete profissionais que atuam no pronto atendimento do município. Iniciada após encaminhamento e aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa (Plataforma Brasil) e após a assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido sobre a pesquisa, foi elaborada de acordo com a resolução CNS 196/96 dos profissionais. 

Publicado
2017-08-08
Seção
Artigos