Análise do Comportamento Financeiro de Estudantes à Luz da Teoria dos Prospectos

  • Jean Gleyson Farias Martins Universidade Potiguar (UNP)
  • Rodrigo José Guerra Leone Universidade Potiguar (UNP)
  • Walid Abbas El-Aouar Universidade Potiguar (UNP)
  • Ahiram Brunni Cartaxo de Castro, Me. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)
  • Glauber Ruan Barbosa Pereira Universidade Potiguar (UNP)

Resumo

O objetivo desse estudo foi replicar a investigação proposta por Daniel Kahneman e Amos Tversky sobre finanças comportamentais para verificar se os estudantes de graduação presencial e da educação à distância (EAD) apresentam uma perspectiva de risco diferenciada devido ao gênero e a modalidade de educação. Trata-se de uma pesquisa com método quantitativo, modo de investigação na pesquisa survey de propósito descritivo e cortetransversal. Os dados foram levantados por meio de questionários e seu tratamento ocorreu no pacote SPSS. Os resultados corroboram com os achados de Daniel Kahneman e Amos Tversky, pois descrevem que os alunos dão maior importância aos resultados de maior certeza aos prováveis, o que se chama de efeito certeza, contribuindo para a aversão ao risco nas escolhas que envolvem os ganhos. Portanto, independente de gênero e tipo de ensino seja de educação presencial ou de educação à distância, os alunos tomam decisões de maneiras semelhantes.

Publicado
2019-04-08
Seção
Artigos