Políticas públicas e o desenvolvimento regional à luz do plano diretor da cidade de taubaté e o equilíbrio sustentável ambiental

  • Ricardo Zerinto Martins, Me. Universidade de Taubaté - UNITAU
  • Quésia Postigo Kamimura Universidade de Taubaté - UNITAU
  • Luiz Antonio P. F. de Brito Universidade de Taubaté - UNITAU

Resumo

Estados e municípios tornam-se mais competitivos em função das políticas públicas im- plementadas. As diretrizes que norteiam o poder público alicerçadas pelo Plano Diretor do município podem ser fundamentais na geração de oportunidades tornando -se mais atrativo a novos empreendimentos propiciando maiores oportunidades a seus habitantes. O objetivo deste artigo é destacar o impacto das políticas públicas na cidade de Taubaté à luz de seu Plano Diretor assegurando o equilíbrio sustentável ambiental. O método utilizado foi pesquisa bibliográfica e documental. Qual a postura do poder público com relação ao equilíbrio sustentável ambiental é o que será analisado. Taubaté é uma cidade situada no Vale do Paraíba Paulista, considerada uma das regiões mais privilegiadas do estado, estrategicamente localizada entre os dois maiores centros industriais, de serviços e de consumo do país, possuindo grande entroncamento rodoviário regional. Após a análise do Plano Diretor da cidade de Taubaté, foi possível constatar que as políticas públicas da cidade, demonstram uma grande preocupação com o desenvolvimento sócio - econômico   sem   comprometer   a   proteção   ao   meio   ambiente,   assegurando   sua preservação e o equilíbrio sustentável ambiental através do uso e da ocupação do solo de forma adequada e planejada. 

Publicado
Jan 19, 2018
##submission.howToCite##
ZERINTO MARTINS, Ricardo; POSTIGO KAMIMURA, Quésia; P. F. DE BRITO, Luiz Antonio. Políticas públicas e o desenvolvimento regional à luz do plano diretor da cidade de taubaté e o equilíbrio sustentável ambiental. Janus, [S.l.], v. 10, n. 17, jan. 2018. ISSN 1984-7998. Disponível em: <http://unifatea.com.br/seer3/index.php/Janus/article/view/314>. Acesso em: 24 jun. 2019.
Seção
Artigos