Psoríase: Classificação Clínica e Tratamento Tópico

  • Bruna Mariana Balduino da Silva Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • Miriane Teixeira Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • Magda Cardoso Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • Paulo Marcelo Mota Nascimento, Me. Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • Bruna Caroline Marques Gonçalves, Dra. Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA

Resumo

A psoríase é uma doença crônica, autoimune, não contagiosa e que pode ter início em qualquer idade. Caracteriza-se por lesões avermelhadas e descamativas, normalmente em placas que podem acometer diversas áreas do corpo em proporções variáveis, dependendo do indivíduo e do desenvolvimento da doença. Desta forma, esta enfermidade pode ir além do dano físico e causar efeitos psicológicos negativos no paciente. Possíveis tratamentos têm sido pesquisados e testados ao longo dos anos com o intuito de amenizar os sintomas e controlar a doença. Dessa forma, esta revisão de literatura tem como objetivo abordar os aspectos clínicos e as diferentes classificações da psoríase de acordo com as áreas do corpo acometidas e formato das lesões, além de explorar as classes de fármacos utilizados no tratamento tópico da psoríase.

Publicado
Ago 22, 2017
##submission.howToCite##
BALDUINO DA SILVA, Bruna Mariana et al. Psoríase: Classificação Clínica e Tratamento Tópico. Janus, [S.l.], v. 13, n. 24, ago. 2017. ISSN 1984-7998. Disponível em: <http://unifatea.com.br/seer3/index.php/Janus/article/view/129>. Acesso em: 24 jun. 2019.
Seção
Artigos