Extração de Óleo Microalgal por Solventes Orgânicos: Uma Alternativa para a Produção de Biodiesel

  • Savienne Maria Fiorentini Elerbrock Zorn, Me. Escola de Engenharia de Lorena / Universidade de São Paulo – EEL-USP
  • Bruna Caroline Marques Gonçalves, Dra. Escola de Engenharia de Lorena / Universidade de São Paulo – EEL-USP e Centro Universitário Teresa D’Ávila – UNIFATEA
  • Larissa Canilha, Dra. Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá / Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – FEG-UNESP e Escola de Engenharia de Lorena / Universidade de São Paulo – EEL-USP
  • Daniela Helena Pelegrine Guimarães, Dra. Escola de Engenharia de Lorena / Universidade de São Paulo – EEL-USP
  • Messias Borges Silva, Dr. Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá / Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” -FEG-UNESP, Escola de Engenharia de Lorena / Universidade de São Paulo – EEL-USP

Resumo

Devido à crescente preocupação com questões ambientais e ao aumento do preço dos combustíveis fósseis, torna-se cada vez maior a necessidade de buscar fontes alternativas de combustíveis. Os biocombustíveis, produtos usados para geração de energia a partir de biomassa vegetal e resíduos agrícolas, vêm se mostrando uma alternativa eficaz aos combustíveis derivados do petróleo. Entre as pesquisas sobre biocombustíveis destaca-se a produção de biodiesel, geralmente obtido por meio da transesterificação de óleos vegetais (tais como o da soja, mamona, milho, amendoim, algodão, palma, entre outros) ou de gordura animal. Uma nova fonte para a produção de biodiesel que vem despertando
interesse são as microalgas, organismos aquáticos unicelulares, microscópicos e fotossintéticos que utilizam a energia solar para a fotossíntese. A elevada taxa de proliferação das microalgas, a não necessidade de terras para cultivo e de utilização de água previamente tratada, além da  capacidade de acúmulo de óleo com elevados rendimentos, são algumas das vantagens do uso das microalgas como uma alternativa sustentável para a produção de biodiesel de terceira geração. Várias técnicas são utilizadas para romper/quebrar a parede celular (lyse) e assim, extrair lipídios visando à produção de biodiesel. Cada método apresenta suas vantagens, como rapidez e simplicidade, e suas desvantagens, como alto
investimento em equipamentos e alta demanda energia. Uma breve descrição da técnica de extração por solventes orgânicos, suas vantagens e desvantagens, e resultados obtidos são apresentados nesta revisão. 

Publicado
Ago 22, 2017
##submission.howToCite##
FIORENTINI ELERBROCK ZORN, Savienne Maria et al. Extração de Óleo Microalgal por Solventes Orgânicos: Uma Alternativa para a Produção de Biodiesel. Janus, [S.l.], v. 13, n. 24, ago. 2017. ISSN 1984-7998. Disponível em: <http://unifatea.com.br/seer3/index.php/Janus/article/view/128>. Acesso em: 25 abr. 2019.
Seção
Artigos