Entre saberes e fazeres do Campo, a identidade Geraizeira: a construção e o desenvolvimento de um projeto de trabalho interdisciplinar em escolas do Campo no Norte de Minas Gerais

Resumo

O presente artigo é fruto das vivências em sala de aula oriundas do programa do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e tem a música como principal recurso de abordagem didá- tica e pedagógica, sendo ressaltada a importância de utilizá-la como uma ferramenta para o ensino, pois as letras das músicas proporcio- nam aos alunos uma contextualização de períodos históricos, de for- ma lúdica, atraente, que encanta. Além de possibilitar o entendimen- to do contexto, ela também dispõe da interpretação do discurso e as diversas formas de comunicação, manipulação e dominação vigente em determinados períodos. A aplicação da música, conforme recur- so pedagógico, pode ser útil não apenas para a disciplina de História como também outras podem se beneficiar desta utilidade.

Portanto vê-se necessário traçar a história dessa manifestação artísti- ca para compreender a sua utilização como recurso metodológico de ensino-aprendizagem. Ademais, o foco desta pesquisa é direcionado aos Direitos Humanos, mais especificamente às conquistas femininas. Desse modo, neste artigo traçamos três recortes temáticos principais:

o primeiro está relacionado aos direitos humanos no cenário do perí- odo colonial; o segundo faz menção ao cenário a Era Vargas e o tercei- ro e último liga-se a Ditadura Civil-Militar. Diante da necessidade de associar o tema a realidade dos alunos do ensino fundamental, todas essas abordagens foram relacionadas, no presente trabalho, ao con- texto de alguns direitos brasileiros atuais. Além disso, tendo em vis- ta o tema principal do projeto, História e Direitos Humanos, é impor- tante salientar que em todos os três temas anteriormente propostos, suas relações com os Diretos Humanos (seja em violações, conquistas ou afirmações) serão sempre destacadas e tidas como lugar-comum para as temáticas, tornando o texto um todo-coeso.

Publicado
2020-05-06