A fotografia como estratégia de imagem em relações públicas na legitimação das organizações: uma reflexão a partir do Facebook da Samarco Mineração S.A.

  • Marcela Guimarães e Silva Universidade Federal do Pampa
  • Joel Felipe Guindani Universidade Federal do Pampa
  • Raquel dos Santos Marques Universidade Federal do Pampa

Resumo

Com o objetivo de compreender a fotografia como estratégia de relações públicas na legitimação organizacional, este estudo parte de uma pesquisa bibliográfica sobre relações públicas e fotografia. Posteriormente, analisa as fotografias publicadas pela empresa Samarco Mineração S.A. em sua página do Facebook, após a tragédia ocorrida em 2015, em Mariana-MG. Para tanto, emprega a análise de conteúdo com as fotografias, a partir de categorias propostas por Joel Santos (2015), como: motivo, elementos de apoio, mensagem, luz, técnica fotográfica e reação emocional duradoura. A análise, à luz das categorias, revelou que as fotografias foram utilizadas em conjunto às ações de reparação e compensação do conflito entre a organização e seus públicos, sendo assim, aplicadas estrategicamente pelas relações públicas para legitimação e exercício da função política organizacional.

Biografia do Autor

Marcela Guimarães e Silva, Universidade Federal do Pampa

Pós-doutora em Comunicação e Gestão de Indústrias Criativas pela Faculdade de Letras (FLUP) da Universidade do Porto - Portugal. Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Indústria Criativa e do curso de Relações Públicas da Universidade Federal do Pampa - Unipampa, campus São Borja, RS - Brasil. Líder do GP Processos e Práticas nas Atividades Criativas e Culturais (CNPq/Unipampa). Coordenadora do Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais (OMiCult). E-mail: marcelasilva@unipampa.edu.br

Joel Felipe Guindani, Universidade Federal do Pampa

Doutor em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Indústria Criativa da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e do curso de Relações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM-FW). Pesquisador do GP Processos e Práticas nas Atividades Criativas e Culturais (CNPq/Unipampa). Coordenador do Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais (OMiCult).  E-mail: j.educom@gmail.com

Raquel dos Santos Marques, Universidade Federal do Pampa

Bacharela em Relações Públicas pela Universidade Federal do Pampa - Unipampa, campus São Borja, RS - Brasil. Pesquisadora do GP Processos e Práticas nas Atividades Criativas e Culturais (CNPq/Unipampa). E-mail: raqueldsantosm@gmail.com

Publicado
2019-01-06
Seção
Artigos