A formação docente para educação profissional e tecnológica no Brasil

  • Juliana Marcondes Bussolotti Universidade de Taubaté
  • Mariana Aranha de Souza Universidade de Taubaté
  • Virgínia Mara Prospero Cunha Universidade de Taubaté
  • Ana Elisa Ribeiro Vieira Universidade de Taubaté
  • Valéria Fernandes Silva Universidade de Taubaté

Resumo

Este artigo tem como objetivo pesquisar as atuais políticas públicas de formação docente para a Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil e suas perspectivas. Compreende-se que essa modalidade de ensino deve comprometer-se com a formação do indivíduo para a cidadania e para o mercado de trabalho. Como metodologia foi selecionada a revisão bibliográfica que é desenvolvida com base em material já elaborado, constituído principalmente de livros e artigos científicos abordando os teóricos do campo da educação e da educação profissional tais como Saviani (2009), Wittaczik (2008), Cordão (2006), dentre outros e a pesquisa documental na legislação referente ao tema. A questão que o artigo fomenta é a formação do docente para atuar na educação profissional e tecnológica e a importância dessa modalidade de ensino na economia brasileira. Entende-se que a formação docente para a educação profissional aconteceu em caráter de urgência, através de pareceres e portarias para tentar amenizar a situação e ainda não se evidenciaram políticas públicas incisivas e continuas no sentido de qualificação docente para a Educação Profissional e Tecnológica.

Publicado
Jan 6, 2019
##submission.howToCite##
BUSSOLOTTI, Juliana Marcondes et al. A formação docente para educação profissional e tecnológica no Brasil. Educação, Cultura e Comunicação, [S.l.], v. 10, n. 19, jan. 2019. ISSN 2177-5087. Disponível em: <http://unifatea.com.br/seer3/index.php/ECCOM/article/view/957>. Acesso em: 26 jun. 2019.
Seção
Artigos