A pós-graduação Stricto Sensu no Brasil. Trajetória de uma política pública

Palavras-chave: Pós-Graduação; Stricto Sensu; CGEE; CAPES; CNPq

Resumo

A pesquisa foi baseada em um levantamento bibliográfico sobre aspectos históricos e institucionais das políticas públicas para a pós-graduação Stricto Sensu em nível nacional e regional, especialmente, da região Nordeste, abordando, principalmente a evolução do número de programas e cursos de mestrados (profissionais e acadêmicos) e doutorados no período de 1996 a 2016.  Os dados para tal estudo foram coletados do Centro de Gestão de Estudos Estratégicos (CGEE) - Organização Social fomentada e supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) criado em 2001, e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), que é um órgão diretamente subordinado ao Ministério da Educação –MEC, criado na década de 1950. Ressalte-se que as informações para essa investigação são referentes a última avaliação quadrienal relativa ao período de 2013 a 2016.

Publicado
2020-06-30
Seção
Artigos