Uma análise amostral das características das páginas do Facebook na divulgação de informações sobre o autismo

Palavras-chave: Facebook, autismo, pais, familiares e informações.

Resumo

O presente artigo tem como finalidade investigar páginas que estão voltadas para divulgar informações acerca do autismo a partir de uma análise amostral na rede social Facebook. A metodologia escolhida para o estudo foi quantitativa, qualitativa, aplicada, descritiva e com procedimento de revisão bibliográfica sobre os conteúdos do autismo, a  rede social Facebook, as características desse canal de comunicação e informação, além da importância dessa rede social como forma de divulgação de diversas informações sobre o tema. Para análise, foi coletada uma amostra de 20 (vinte) páginas consultadas entre dezembro 2018 e janeiro de 2019. Nas páginas selecionadas foram observados elementos tais como: se página era gerenciada pela mãe; gerenciada pelo pai; gerenciada pelo próprio autista; gerenciada por uma Organização Não-Governamental (ONG) ou por algum profissional específico; a finalidade da página; o tipo de página; o ano de criação e o número de seguidores. Os dados foram coletados, analisados e interpretados, tendo como resultados: a maior parte das páginas é gerenciada por mães de autistas com a finalidade de divulgar informações, trocar experiências, expor relatos, educar, estando dividida nos tipos: comunidade, blog pessoal ou blog específico para auxiliar mães. A pesquisa mostra-se relevante por integrar a deficiência, através do autismo e da social Facebook por uma análise comportamental.

Biografia do Autor

Cíntia Beatriz Duarte Pereira, UFF

Mestranda em Diversidade e Inclusão pela Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão da Universidade Federal Fluminense (2018), e Pós-Graduanda em Gestão pública Municipal pela Universidade Federal Fluminense (2018/em andamento), Pós-Graduada em Gestão em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (2019), Pós-Graduada em Docência no Ensino Superior pela Faculdade Integrada da Grande Fortaleza (2012), Pós-Graduada em Consultoria Empresarial com ênfase em Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá (2000) e Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999). É servidora da categoria Técnico Administrativo em Educação, na Universidade Federal Fluminense/UFF, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia/ICHF, Coordenação do curso de Sociologia. Estuda temas voltados para: Administração Pública, Políticas Públicas, Educação inclusiva, Ensino-Aprendizagem para Educandos com necessidades Especiais no contexto do Ensino Superior.

Publicado
2020-06-30
Seção
Artigos