Comunicação Pública e Educação Ambiental

reflexões sobre o Programa Município VerdeAzul em Sorocaba

Palavras-chave: Comunicação Pública, Educação Ambiental, Programa Munic´ípio VerdeAzul, Prefeitura de Sorocaba

Resumo

Este artigo apresenta o resultado de uma dissertação de mestrado que trata sobre o Programa Município VerdeAzul (PMVA) na cidade de Sorocaba/SP. Em 2016, o município conquistou o 7º lugar no Programa. Este certificado aponta para uma cidade com práticas sustentáveis e preocupada com a educação e a preservação ambiental. Nosso objetivo foi averiguar como a Prefeitura de Sorocaba vem trabalhando, nos últimos dez anos, suas ações ambientais e a conscientização da sociedade sobre a importância da conservação do meio ambiente. Para isto, nossos objetivos específicos foram: a) levantar campanhas e matérias jornalísticas voltadas ao PMVA; b) discutir estas campanhas/matérias, sob a ótica dos conceitos da Comunicação Pública (CP) e da Educação Ambiental (EA); c) identificar, por meio da análise destas narrativas, os sentidos contidos nas campanhas/matérias, e se estão relacionados aos conceitos de CP e EA. Em relação ao método, nosso estudo envolveu pesquisa bibliográfica, análise de conteúdo e análise de narrativas. O material pesquisado foi composto por matérias jornalísticas publicadas no Jornal Cruzeiro do Sul, de janeiro de 2006 a dezembro de 2016, e a campanha “Por que Sorocaba é um Município VerdeAzul?”, veiculada em 2010. Os dados coletados apontaram que a implementação do Programa na cidade, bem como o título de cidade educadora, servem para direcionar a agenda pública do município, no que diz respeito a ações educativas, a fim de informar a população sobre problemas ambientais. Procuramos identificar também a existência de narrativas, porém, apesar de algumas matérias conterem elementos narrativos, tanto as campanhas quanto as matérias são classificadas como informativas.

Publicado
2020-06-30
Seção
Artigos