A série This Is Us no viés da Semiótica do Sensível.

Processos de subjetivação e construção de afetividades

  • Robéria Nádia Araújo Nascimento UEPB
Palavras-chave: Ficção seriada., Semiótica do Sensível. Narrativa dramática

Resumo

A série americana This Is Us é analisada sob o embasamento teórico da Semiótica do Sensível (GREIMAS, 2002) a título de evidenciar os processos de subjetivação que a permeiam. Uma das chaves de leitura para as subjetividades do gênero dramático (NOGUEIRA, 2010) envolve uma gramática de emoções que nos induz à projeção empática de novos sentimentos pela via do valor-afeto (SODRÉ, 2006). Assim, a intencionalidade é pensar a experiência imersiva do espectador como artefato e pretexto de interpelação dos modos de contato estabelecidos com e pela narrativa, a fim de compreender os signos afetivos e sensoriais de projeção para o “lugar do sensível” proposto (e não dado) pelo enredo.

Publicado
2020-06-30
Seção
Artigos