Anúncios que divertem ou irritam: uma análise dos modos de apropriação do público infantil sobre a publicidade em sites de jogos

  • Pâmela Saunders Uchôa Craveiro Universidade Federal de Mato Grosso

Resumo

Este artigo apresenta um recorte de uma pesquisa de pós-doutorado, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tem como objetivo analisar, qualitativamente, se e como as crianças compreendem os anúncios veiculados nos sites de jogos, bem como a percepção delas sobre as influências desse conteúdo no seu cotidiano. À luz dos pressupostos teórico-metodológicos da pesquisa-intervenção, foi realizada uma oficina com crianças de 10 e 11 anos da cidade de Niterói-RJ. Verificou-se que o público infantil tende a ter dificuldade em identificar como sendo publicidade os conteúdos que não apresentam apelo ao consumo explicitamente e que apareçam hibridizados com entretenimento. Ademais, constatou-se que a publicidade influencia os desejos de consumo das crianças, acarretando, muitas vezes, sentimentos negativos e estresse familiar.

Publicado
Jul 8, 2019
##submission.howToCite##
CRAVEIRO, Pâmela Saunders Uchôa. Anúncios que divertem ou irritam: uma análise dos modos de apropriação do público infantil sobre a publicidade em sites de jogos. Educação, Cultura e Comunicação, [S.l.], v. 10, n. 20, jul. 2019. ISSN 2177-5087. Disponível em: <http://unifatea.com.br/seer3/index.php/ECCOM/article/view/1064>. Acesso em: 23 ago. 2019.
Seção
Artigos