Reflexões sobre a relação entre ensino e audiovisual no Brasil

  • Mayara Santos Maciel Universidade Federal do Pará
  • Guaciara Barbosa de Freitas Universidade Federal do Pará

Resumo

As Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) constantemente reconfiguram diversos setores sociais, entre eles a educação. Uma nova cultura comunicativa emerge e oferece outras possibilidades de interação social, permitindo a produção e a distribuição de mensagens em diferentes linguagens, inclusive a audiovisual. Assim, questionamo-nos sobre como incorporar essa linguagem nas práticas pedagógicas do Ensino Superior, de modo a incentivar a autonomia e a participação do aluno na construção de seus próprios conhecimentos. O objetivo deste trabalho é reunir referências para pensar a incorporação das tecnologias audiovisuais no Ensino Superior, vislumbrando uma construção ativa e autônoma de saberes pelos discentes. Como principais referências utilizamos o conceito de Racionalidade da Relevância, apresentado por Orozco Gómez (1998, 2002) e as considerações Heidegger (1994) sobre a Essência da Técnica. Por meio de pesquisa da pesquisa (BONIN, 2011), reunimos artigos científicos produzidos no Brasil que relatam experiências diferenciadas de inserção/produção de audiovisual no Ensino Superior. A partir da análise dos trabalhos, percebemos que a introdução do audiovisual no ensino pode ser viabilizada como alternativa metodológica, permitindo que o aluno seja cada vez mais autônomo e absorva conteúdos com mais facilidade. Também por meio da pesquisa, defendemos que a incorporação de recursos tecnológicos no ensino brasileiro, do nível básico ao superior, deve responder a um objetivo de conduzir os estudantes à autonomia e à cidadania.

Biografia do Autor

Mayara Santos Maciel, Universidade Federal do Pará

Mestranda em Ensino no Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação Criatividade e Inovação em Metodologias de Ensino Superior, do Núcleo de Inovação em Tecnologias Aplicadas a Ensino e Extensão – Universidade Federal do Pará (UFPA). Bacharela em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela UFPA.

Guaciara Barbosa de Freitas, Universidade Federal do Pará

Professora colaboradora do Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação Criatividade e Inovação em Metodologias de Ensino Superior, do Núcleo de Inovação em Tecnologias Aplicadas a Ensino e Extensão – UFPA. Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos (2011), mestre em Comunicação e Culturas Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia - UFBA (2002), graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Pará - UFPA (1998). Estágio Pós-Doutoral (PNPD- Capes) realizado junto ao Programa de Pós-Graduação Comunicação, Cultura e Amazônia - UFPA (2018).

Publicado
2019-07-08
Seção
Artigos