Design educacional para a promoção de competências infocomunicacionais na educação online

  • Jussara Borges Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Daniel dos Santos Sousa Universidade Federal da Bahia

Resumo

O tema deste artigo é o design educacional para a promoção de competências infocomunicacinais na educação online. As competências infocomunicacionais referem-se à capacidade de gerir a informação (saber onde buscá-la, avaliar sua veracidade e pertinência e aplicá-la para a resolução de problemas) e comunicar-se eficientemente (estabelecer redes de relacionamento saudáveis, dialogar e negociar). Embora exista uma ampla literatura científica em torno dessas competências, há poucos estudos que investiguem sua promoção na educação online. Este trabalho, portanto, pretende centrar-se em um aspecto dessa promoção que é o estudo do design educacional. Na educação online, o design empenha-se em planejar, escolher e organizar os objetos educacionais mais aderentes à proposta de aprendizagem pretendida. Assim, o objetivo geral da pesquisa é identificar um design educacional apropriado à promoção de competências infocomunicacionais na educação online. Para atender ao objetivo, a metodologia envolve levantamento bibliográfico sobre os conceitos norteadores e pesquisa empírica a partir do desenvolvimento de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA), no qual o design foi experimentado quanto a sua capacidade de promover a aprendizagem em uma turma de 50 alunos de Biblioteconomia e Arquivologia. Para coletar os dados empíricos foram utilizados dois instrumentos: um roteiro de entrevista realizada com um grupo focal constituído da equipe promotora do curso; e um questionário direcionado aos alunos do curso. Os resultados evidenciam a relevância do design educacional na aprendizagem e a necessidade de constantes ajustes em coerência com a teoria e os objetivos de aprendizagem almejados.

Biografia do Autor

Jussara Borges, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia. Realizou estágio doutoral na Universidade de Aveiro, Portugal (2010) e pós-doutoral na Universidade Carlos III de Madrid (2016). É professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Universidade Federal da Bahia.  Foi bolsista de pós-doutorado no exterior pelo CNPq entre 2015 e 2016. Foi coordenadora do curso de Arquivologia noturno da UFBA e líder do Grupo de Estudos de Políticas de Informação, Comunicações e Conhecimento (Gepicc). Atualmente é docente na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Daniel dos Santos Sousa, Universidade Federal da Bahia

Graduando em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Já atuou como bolsista PIBIC – CNPq do Projeto Proposta de modelo de formação em competências infocomunicacionais e metaliteracy (ProCim), e como membro participante do projeto extensão “Promoção de competências infocomunicacionais entre estudantes de ensino médio”. Foi membro do diretório acadêmico de Arquivologia, gestão 2017-2018. Interessa-se por estudos ligados ao desenvolvimento de competências Infocomunicacionais e pela gestão da informação orgânica de documentos arquivísticos nato digitais.

Publicado
2019-07-08
Seção
Artigos