As Literacias de Mídia e Informação como suporte para o empreendedorismo digital de jovens de baixa renda

Palavras-chave: MIL, Empreendedorismo digital, Jovens de baixa renda, Pesquisa participante, Entrevista aberta

Resumo

O presente artigo tem como desígnio analisar fatores que determinam a aprendizagem por meio das Literacias de Mídia e Informação (MIL) e alcançam o trabalho de jovens de baixa renda, transformando-os em empreendedores digitais. A proposta foi edificada a partir de revisão bibliográfica e análise dos relatos orais de atores sociais envolvidos, cinco jovens de bairros periféricos da cidade de Praia Grande – SP. Adotou-se a estratégia de pesquisa participante e técnica de entrevista aberta para a coleta de dados. Por meio do ATLAS.ti foram levantados os relatos mais usuais dos entrevistados, representativos do empreendedorismo digital ocorrido por meio das MIL. Com essa discussão levantam-se questões de interesse público e novos olhares para a temática.

Biografia do Autor

Alan Cesár Belo Angeluci, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Pós-Doutor pelo Department of Radio-TV-Film da The University of Texas at Austin, EUA e pelo Departamento de Informação e Cultura da ECA-USP. Professor permanente no Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM), Educação (PPGE) e na Graduação em Comunicação Social (Escola da Indústria Criativa) na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Líder do Smart Media & Users, cadastrado no diretório de grupos de pesquisas do CNPq.

Silvia Carvalho Conceição, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Especialista em Marketing Digital pela Faculdade Impacta de Tecnologia (2014). Bacharel em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Santos (2001). Integrante do grupo de pesquisa Smart Media & Users (CNPq). 

Publicado
2020-02-17
Seção
Artigos