Benefícios alcançados por adultos que retornam à escola

  • Maurilio José Pereira Fatec Cruzeiro - Prof. Waldomiro May
  • Adriana Leônidas de Oliveira Universidade de Taubaté
Palavras-chave: Educação, Desenvolvimento Regional, Desenvolvimento Humano

Resumo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) conceitua saúde abrangendo questões biológicas, psicológicas e sociais e não somente ausência de doença. Assim como o conceito de saúde, o conceito de desenvolvimento envolve mais do que apenas o crescimento do PIB ou renda per capta, envolve também aspectos sociais, de igualdade de rendimentos, educação, saúde e qualidade de vida. Para que os conceitos de saúde e desenvolvimento possam se desenvolver plenamente, a educação tem papel fundamental, principalmente para os indivíduos adultos que retornam à escola. O objetivo desse artigo é analisar os benefícios alcançados por adultos que retornaram à escola, descrevendo o conceito de desenvolvimento humano e econômico, em sua perspectiva mais ampla, englobando conceitos de qualidade de vida, bem-estar físico, psíquico e social e apresentar dados e indicadores de indivíduos adultos que frequentaram a escola. Para isso foi realizado um estudo com objetivo descritivo, abordagem qualitativa e delineamento bibliográfico e documental, apresentando indicadores de desenvolvimento, relatos publicados de pessoas adultas que retornaram à escola sobre os benefícios alcançados, e também análise de relatório de uma instituição pública de ensino técnico sobre a perspectiva que levaram esses indivíduos a retornarem à escola. Pode-se concluir que os indivíduos adultos, ao retornarem à escola, desenvolvem habilidades que transformam suas vidas. As habilidades desenvolvidas são de aspectos biológicos, psicológicos, mas, principalmente, sociais.

Biografia do Autor

Maurilio José Pereira, Fatec Cruzeiro - Prof. Waldomiro May

Mestre em Planejamento e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Taubaté (UNITAU); Professor de Ensino Superior na Faculdade de Tecnologia de Cruzeiro – Prof. Waldomiro May (FATEC); Professor e Coordenador do curso técnico em Administração.

Adriana Leônidas de Oliveira, Universidade de Taubaté

Pós-Doutorado em Administração de Empresas (EAESP-FGV). Mestre e Doutora em Psicologia (PUC-SP). Diretora do Departamento de Psicologia da Universidade de Taubaté (Unitau). Professora do Programa de Pós-Graduação em Administração (Unitau).

Publicado
2020-02-16
Seção
Artigos