Avaliação de usabilidade no desenvolvimento de interfaces em sistema embarcado

  • Alysson Nunes Faria
  • Danilo Soares Peres
  • Guilherme Henrique Donda Angelini
  • Rodrigo Maximiano Antunes de Almeida
  • Ana Paula Siqueira Silva de Almeida

Resumo

Este projeto visa mensurar o impacto de diferentes
interfaces homem-máquina na capacidade
cognitiva de operação de uma pessoa. Utilizouse o teste de usabilidade como ferramenta para
avaliação deste impacto. Assim, foi possível
aferir qual das interfaces possibilita uma
interação mais fácil e rápida dado um público
que não possua conhecimento da interface de
operação do equipamento. Foram oito usuários,
os quais realizaram ao total 32 testes em quatro
interfaces de menu distintas. As interfaces foram
desenvolvidas em um protótipo de sistema
embarcado. Foi utilizado um microcontrolador
ARM LPC1114 como unidade de processamento. Os
menus são apresentados através de um display de
LCD e os comandos são interpretados por cinco
chaves mecânicas. Quanto aos resultados, houve
diferença de até 61,54% de tempo na utilização
entre as diferentes interfaces. Ademais, ressalta-se
que a interface com menor tempo não foi a melhor
avaliada pelos usuários, evidenciando a diferença
entre performance e preferência.

Publicado
Jul 18, 2018
##submission.howToCite##
FARIA, Alysson Nunes et al. Avaliação de usabilidade no desenvolvimento de interfaces em sistema embarcado. DI Factum, [S.l.], v. 1, n. 2, jul. 2018. ISSN 2525-9288. Disponível em: <http://unifatea.com.br/seer3/index.php/Difactum/article/view/894>. Acesso em: 25 abr. 2019.
Seção
Artigos